segunda-feira, 15 de abril de 2013

Linhaça Amarela

 
A linhaça amarela é uma semente do linho, e apresenta uma composição rica em proteínas vegetais, sais minerais e vitaminas (entre as quais temos a vitamina E), fibras, ácidos gordos ómega 3, 6 e 9, isoflavonas e fitoesteróides. A vitamina E, presente na casca da linhaça amarela, é um potente antioxidante, combate o envelhecimento precoce e as doenças degenerativas. As fibras ajudam a saciar a fome e estimulam o funcionamento do intestino, sendo a linhaça uma forte aliada em programas de emagrecimento e na regularização do intestino. Os ácidos gordos e as gorduras polinsaturadas ajudam na prevenção das doenças cardiovasculares, a prevenir a obstrução das artérias e na redução do mau colesterol (LDL). As isoflavonas e os fitoesteróides (principalmente lignanas) exercem um papel semelhante ao dos estrogénios (hormona feminina), amenizando a tensão pré-menstrual e a menopausa.
 
Para além dos benefícios citados, a linhaça amarela é utilizada para prevenir borbulhas, fortalecer o sistema imunitário, ajudar a controlar a glicémia e a tensão arterial.
 
Sementes integrais, excelente alimento funcional pelas suas propriedades laxante e digestiva.
 
Rica em fibra, ómega 3 e ácidos gordos essenciais, a linhaça amarela ajuda a estabilizar o nível de açúcar no sangue.
 
Nota: Trata-se de um alimento muito nutritivo, porém alguns nutricionistas advertem para o seu consumo exagerado. É preciso moderação; a medida ideal é uma colher de sopa por dia. Não é conveniente ultrapassar a dose recomendada. Pode parecer pouco, mas é o suficiente para adquirir todos os benefícios que a linhaça amarela oferece, incluindo a sensação de bem-estar que ela causará.
 
NOTA: É aconselhável a consulta de um médico ou nutricionista sempre que tiver dúvidas sobre o consumo deste produto.
 
Recomenda-se: Uma colher de sopa diária.

Ingredientes: Sementes de Linhaça Amarela com casca.
Pode conter vestígios de soja, frutos de casca rija, sementes de sésamo, amendoim, glúten e dióxido de enxofre.
 
Fonte: salutem.pt

4 comentários:

  1. Olá Ana Maria: também uso muito linhaça,até para fazer iogurtes. Gostei do teu artigo.
    Já estou a seguir-te. Convido-te também a passares lá no meu cantinho e a seres minha seguidora, se quiseres,claro.
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Márcia.
      Vou já lá ver.
      Um beijinho

      Eliminar

Agradeço a sua visita e participação.